terça-feira, 8 de maio de 2012

Documentário - Velho Recife Novo

Recife, uma beleza sem igual.

Considerada uma das cidades mais bonitas do Brasil, Recife se encontra às margens do Oceano Atlântico, sendo a capital do estado de Pernambuco. Cidade essa que é caracterizada por ser coberta por rios, e ligada por pontos. Você não conhece Recife? Então venha conhecer, pois não sabe o que está perdendo !

domingo, 22 de abril de 2012

Intervenções Urbanas Na Cidade do Recife é Tema de Reflexão

  No dia 8 de abril de 2012, o Diário de Pernambuco colocou uma matéria muito interessante a respeito das intervenções realizadas em alguns pontos da cidade do Recife que apresentam perdas de patrimônio e alguns erros na concepção das referidas construções. São elas: O Viaduto das Cinco Pontas, Os Arcos do Recife, o Porto do Recife, Avenida Dantas Barreto. É possível fazer modernidade sem perder identidade com o lugar? Sendo a Geografia a ciência que estuda as relações da sociedade da com o espaço geográfico e sendo exibida matéria jornalística da Geografia da cidade do Recife, por esse veículo de comunicação faz jus reflexões e comentários pertinentes aos contextos históricos que fomentaram mudanças nos principais pontos das paisagens de forma radical e com prejuízos para os cidadãos.

  O Recife já teve três grandes Arcos medievais em Santo Antônio e no bairro do Recife que eram chamadas de portas da cidade. Por conta do porto, decidiu-se alargar as ruas do bairro para permitir o acesso de veículos para o terminal, sacrificando os Arcos. Dois deles ficavam nas cabeceiras da ponte Maurício de Nassau, sendo o Arco da Conceição no bairro do Recife, na altura do edifício Chanteclair, e o de Santo Antônio no lado oposto. Eles funcionavam como portões da ponte e foram demolidos em 1917. Já o Arco do Bom Jesus ficava no fim da antiga rua dos Judeus, na altura da Praça do Arsenal, e foi destruído em 1850. A paisagem poderia ter permanecido com a criação de rotatórias e seriam mais um atrativo turístico para a cidade hoje. Isso nos leva a refletir que os atores envolvidos nesses processos e ações não tinha uma visão futurista e consequentemente, o “modelo de desenvolvimento” dessas intervenções conduziram os recifenses a perdas de identidades com o lugar.

  O Viaduto das Cinco Pontas construído na década de 1970, esse foi o primeiro viaduto da cidade do Recife. A intenção era fazer a ligação entre o Bairro de Boa Viagem e o Centro, passando sobre a linha férrea. No entanto, sua concepção apresenta erros. Por conta de ter uma confluência em curva, já suportou até um semáforo sobre ele para controlar o fluxo de veículos. Foi construído em desacordo com a Lei, já que impede a visibilidade de um bem tombado, no caso do Forte das Cinco Pontas, comprometendo mias uma vez a geografia da cidade, e ainda causando outros imapactos de impossibilitar a integração do Forte com o mar. Além de tudo foi erguido num pátio ferroviário o que contribuiu para a extinção da primeira estação de trem no Recife.

  O Terminal Rodoviário Prefeito Antõnio Farias foi construído em 1979 e só começou a operar em 1986 quando o metrô chegou. Ele foi concebido dentro de um projeto de urbanização metropolitana para atrair o desenvolvimento da cidade para o eixo Oeste. O planejamento estava certo o erro foi abandonar o projeto pela metade. Mas, uma vez faltou um olhar futurista de médio e longo prazo, tanto por parte do Estado como os Municípios, pois, se tratava de uma proposta de estruturação metropolitana. Agora a cidade da Copa está resgatando esse projeto, aproveitando uma parte da infraestrutura que já está disponível na região.

Itamaracá

Coroa do Avião – Ilha de Itamaracá

Quando andamos no espaço geográfico, observamos algumas peculiaridades, quanto aos aspectos das paisagens como: declives, montanhas, colinas, praias, vales fluviais, enseadas, Falésias, Essas diferentes formas são conhecidas como relevo.

Que característica natural deve ter propiciado a atividade mostrada na foto?

 
A ação construtiva atual do mar, na área objeto de estudo, tem sua melhor representação nas flechas litorâneas localizadas ao Norte e Sul da ilha de Itamaracá, nas extremidades do Canal de Santa Cruz. Segundo (MARTINS, 1997, P. 24), a origem dessas feições pode está relacionada ao encontro das águas fluviais com as correntes de Deriva litorânea, que na área apresentam direção Sul – Norte.

Vamos postar formas de relevo em Pernambuco? Esperamos por você aluno.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Olá, vamos conhecer Aracaju?



Olá alunos, vamos conhecer a cidade de Aracaju? A imagem acima representa uma visão dos pontos turísticos da cidade ao qual vocês em breve irão conhecer.

Obs: Edif III - Manhã  & Saneamento Amb. VI - Manhã

Aguardem...

Projeto Navega Recife



Importante projeto de mobilidade urbana ainda não teve iniciada as suas obras. Lançado no final de 2009 o empreendimento prevê torna navegável para o transporte de passageiros os rios Capibaribe e parte do Beberibe na cidade do Recife, o projeto foi desenvolvido para ser incorporado ao SEI (Sistema Estrutural Integrado) fazia com que a população adquirisse o transporte fluvial, facilitando o transporte e aliviando o tráfego da cidade do Recife, ao qual se encontra em caos diante do grande fluxo de carros maior do que se pode diariamente. Principalmente nas regiões metropolitanas, concentrado no centro da cidade do Recife, é um dos lugares mais " engarrafados " no trânsitos de carros, ônibus e outros meios de transporte.

"Esse projeto facilitaria tudo para nós, evitando passar horas e horas naquele velho engarrafamento que passamos todos os dias".

Rhafanny Vasconcelos - Estudante de Saneamento Ambiental, VI modulo, IFPE.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Curso preparará estudantes para Olimpíada de Geografia

Estudantes do IFPE interessados em participar da Olimpíada de Geografia podem se inscrever no curso preparatório destinados aos matriculados no primeiro período dos cursos técnicos integrados. As aulas serão ministradas pelas professoras Clezia Braga e Manoella Vieira. As inscrições para as 30 vagas oferecidas serão realizadas até esta quinta (5/04), no Departamento Acadêmico de Cultura Geral, Formação de Professores e Gestão (DAFG).
Mais informações procurar a professora Clezia Braga na sala B27 ou na sala dos professores.

 Fonte: www.cefetpe.br/index.php?not=526

terça-feira, 10 de abril de 2012

Um grande passo na luta contra a dislexia

 
“Letras que confundem, palavras lidas pela metade e todo desempenho em provas afetado por um distúrbio genético".
 
A Dislexia é caracterizada pela dificuldade na leitura, escrita e soletração. Afeta 8% da população, mas muitas vezes é confundido como desinteresse, esse problema é encontrado principalmente durante a aula de alfabetização. Para a alegria de muitos uma nova solução vem a ser tomada nessa luta, a Associação Brasileira de Dislexia (ABD) tenta aprovar uma lei, na Câmara de Vereadores de São Paulo, que prevê mudanças nas aplicações de concursos para esse público e que, sancionada, servirá de exemplo para governantes de outros Estados. Lei esse que facilitará os concursos para essas pessoas que sofrem desse problema, só resta agora esperar a aprovação.
 
O aluno Danferson do II período de eletrotécnica manhã, alerta aos estudantes do IFPE, a entrevista de Tássia Correia, agência A Tarde.


quinta-feira, 29 de março de 2012

Formas de Relevo

Formas de Relevo
A superfície terrestre é representada por irregularidades e apresenta-se de formas diferentes por todo o planeta.

Principais formas de Relevo


Planícies

Planaltos

Depressões

Montanhas
O relevo pode ser definido da seguinte maneira:
Planícies são áreas onde predomina o processo de deposição e sua topografia é plana. Exemplo: Recife.
Planaltos

Os planaltos são superfícies irregulares onduladas e acidentadas.
Os Planaltos são definidos como sedimentares e cristalinos.
Depressão
Compreende uma área que possui superfície localizada abaixo das áreas vizinhas ou ao redor.

As depressões podem ser classificadas em relativa e absoluta.
Depressão Relativa
Patos na Paraíba
O Fundo da Depressão de Patos
Depressão Absoluta
Mar Morto
Cadeias de Montanhas



Pedologia

A pedologia consiste no estudo dos solos.
A ação contínua e conjunta dos agentes externos (intemperismo), é responsável pela formação dos  diferentes tipos de solos.
Pedogênese estuda a origem e a textura do solo.

Pedogênese

A pedogênese é o processo químico e físico de alteração: adição, remoção, transporte e modificação, originando um solo.
Fatores de formação: Clima, tipo de rocha e ação do intemperismo.

Fases de formação do Solo.
Evolução temporal dos solos.
Composição dos solos
A primeira camada também conhecida como horizonte A é rica em húmus, detritos de origem orgânica.
A segunda camada conhecida por horizonte B é representada por minerais do tipo calcário, caulim sedimentos de feldespato, apresenta forte ação do intemperismo. É o horizonte da acumulação.

Problemas Naturais do solo.
Lixiviação corresponde ao processo de lavagem dos solos comprometendo a fertilidade. Comum na região Amazônica.
Laterização corresponde ao processo de endurecimento do solo formando uma canga, o que inibe a fertilidade. Comum na região Centro- Oeste.

Continuação dos Problemas Naturais dos solos.
Erosão que consiste na perda de materiais do solo comprometendo a fertilidade.
Desertificação que consiste na perda da fertilidade do solo inviabilizando o uso da Terra.

Classificação dos Solos quanto à Origem
Aluviais são solos formados pelos agentes exógenos. Exemplo: os solos de várzea.


Eluviais são solos formados pelo fator local ou seja, a rocha. Exemplo: terra roxa.

Classificação dos solos 
Zonais são os solos que se formam no sentido das latitudes e apresenta forte influência do clima. São solos localizados em relevo estável e são maduros.
Azonais são aqueles localizados em ambientes instáveis, são jovens exemplo:solos aluviais e coluviais.
Intrazonais são aqueles que os fatores locais como relevo prevalecem em relação ao clima são solos intermediários quando considerado o tempo.

Continuação das camadas
A última camada conhecida por horizonte C é onde se observa a rocha matriz ou rocha sã, são as rochas que estão inicialmente se decompondo.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Características da Urbanização Brasileira II


                         Fonte: revistagloborural.globo.com

A revolução industrial brasileira ocorreu na década de 50, no governo de Juscelino Kubitschek, o plano de Metas atraiu o capital estrangeiro, favoreceu com o modelo de transporte rodoviário. Na década de 70, o Brasil se tornou um país urbano – industrial com predomínio de população urbana; Ao longo das décadas a população brasileira cresceu de forma
significativa,  ao passo desse crescimento as cidades tiveram sua aceleração em relação ao tamanho, formando imensas malhas urbanas, ligando uma cidade à outra originando as regiões metropolitanas.

                    Fonte: jeep _ relíquias.blogspot.com

O modelo de urbanização sem um planejamento sustentável favoreceu o crescimento do setor terciário com forte grau de hipertrofia isso, acarretou a distribuição da população menos favorecida para locais longe de seus postos de trabalho e com precariedade dos serviços básicos de transportes, postos de saúde e escolas como também déficit no setor habitacional

             Fonte: Wikipédia.org


Características da Urbanização Brasileira I


As raízes da urbanização brasileira são decorrentes do processo histórico. Os primeiros eixos de urbanização surgiram no século XVI, na porção Leste do território em razão da produção do açúcar e nos séculos XVII  e XVIII, as atividades econômicas, ou seja, a descoberta do ouro contribuiu com o processo de interiorização fazendo surgir novos núcleos urbanos. Podemos observar algumas cidades brasileiras situadas no litoral.

                                     Guarujá - São Paulo

                    Fonte: www.google.com.br
                        Recife: Metrópole de influência nacional.

                   Fonte: vemfazerhistória.blogspot.com
                                     Olinda – Pernambuco.


No século XX, o fenômeno da industrialização atingiu de forma decisiva o modo de vida da sociedade que buscava novas oportunidades de trabalho e de serviços básicos. Simultaneamente as áreas rurais modernizavam as atividades primárias com a mecanização do campo fato, que propiciou desemprego para os trabalhadores do campo; e um  outro ponto relevante foi a concentração de terras. Esses fatores conjugados levaram ao movimento migratório conhecido como êxodo rural.  A indústria automobilística crescia e a cidade se tornava um território atrativo. Esse movimento migratório elevou de forma significativa o número de pessoas nos centros urbanos.

                                                                                                      
Fonte: diário.com
 


terça-feira, 6 de março de 2012

A Geografia e o Lugar.

As formas de vida da população urbana e da população rural dependem de vários aspectos, como as condições sócioeconômicas, as localidades onde as pessoas trabalham e habitam, as relações sociais que
são estabelecidas , com outros indivíduos. O espaço em que moramos, trocamos experiências e nos divertimos  acaba tendo uma importância individual e particular. Esse espaço vivido de forma concreta, é conhecido como lugar conceito chave da Geografia. Espero postagem de um lugar no qual você se identifica.



Itamaracá - Localização

                                    

Messoregião metropolitana do Recife.
Coordenadas geográficas: 07º 44'52'' 34º49'33 W

Municípios Limítrofes: Goiana (NO), Itapissuma (O), Igarassu (S).

Distancia até Recife 48 Km.

O município situa-se na unidade geoambiental das baixadas litorâneas do Nordeste, apresentando restingas e mangues.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Conhecendo Josué de Castro.

Josué de Castro
Cidadão do Mundo.

Médico, professor, geógrafo, sociólogo e político,  Josué de Castro fez da luta contra fome sua bandeira. Foi autor de inúmeras obras, apresentando ideias revolucionárias para época, como os primeiros conceitos sobre desenvolvimento sustentável. Estudou a fundo as causas da miséria em nosso país e no mundo.
Após 30 anos da morte de Josué de Castro, em Paris, o Projeto Memória resgatou a vida e as propostas deste brasileiro reverenciado no mundo todo. Josué teve livros traduzidos em mais de 25 idiomas e recebeu duas indicações ao Prêmio Nobel da Paz, pela luta em favor da igualdade e da justiça social.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Pernambuco